Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘televisão’ Category

Para quem não conhece, os Gato Fedorento são um grupo de humoristas portugueses. Humor nonsense, estilo Monty Python, e é ótimo. Uma das temporadas do programa deles se chamava Série Lopes da Silva. O que significa que todos os personagens que apareciam na história tinham o sobrenome Lopes da Silva.

E daí que nos arquivos da Inquisição de Lisboa tem uma carta de denúncia muito engraçada (mesmo sem a intenção de ser engraçada), do século XVIII. É que quase todas as testemunhas nomeadas pelo denunciante se chamam Manoel. Aliás, o próprio denunciante se chama… Manoel!

O trecho vai mais ou menos assim:

…e disso são testemunhas Manoel Dias, Manoel João Vinagre, Manoel F… (sobrenome ilegível), Simão Dias, Manoel Vaz de Abreu e Manoel Nogueira.

– Manoel da Silva

Quem sabe o denunciante não se chamava Manoel LOPES da Silva? :D

Read Full Post »

Fim do século XVII, Portugal. Cipriana de Souza está feliz com o seu novo casamento. Ela e seu querido soldado, Pedro Corrêa, vão levando a vida naquela calma interiorana. Cipriana até parece ter superado a trágica morte seu primeiro marido, João Soares da Motta. Também soldado, João foi morto em serviço, perto de Goa. Seu nome estava na lista dos soldados mortos em 1690 na nau Sacramento. Pobre João. O mundo é mesmo um lugar selvagem.

Parece um início de algum filme/novela meia-boca, não? Mas espere!

João está vivo! Em 1690, partiu na nau Santiago Maior e desceu em Moçambique. De fato, ele nunca pisou em Goa. Porém Cipriana conseguiu forjar um certificado da Casa da Misericórdia, em que se atestava que João havia morrido. Com isso, pôde se casar com Pedro, pois estava provado que era viúva.

Foi então que alguém a denunciou à Inquisição. E seu caso parou nas mãos de um Comissário do Santo Ofício, que foi investigar a coisa toda.

E daí o Comissário descobriu que, além do certificado, também o nome da acusada era falso! Cipriana de Souza era, na verdade, Joana Machado! João havia se casado com uma falsária! Imagino Joana/Cipriana em sua cela, tramando vingança contra quem a denunciou. Mas quem terá sido? Uma vizinha? Um amigo de João? Ou ainda *pausa dramática* o próprio Pedro?!

***

Toda vez que eu vejo um novo enredo de novela sendo anunciado, fico pensando que os arquivos da Inquisição são muito mais interessantes…

Read Full Post »

Aqui em Campinas alguns canais de TV passam o horário político de São Paulo. Alguém pode me explicar essa propaganda que diz que “internet não vai ser mais só coisa de rico”, e que haverá acesso gratuito para todos?

Quer dizer, seria banda-larga e sem-fio. Hello?! Pra conseguir ter acesso às redes sem-fio a pessoa vai precisar ou de um computador novo (que já venha pronto pra usar wi-fi) ou de um adaptador. Onde é que entra a parte barata da história?

Read Full Post »

OK, já faz tempo que foi a cerimônia de abertura. Eu só queria dizer uma coisa.

Depois de Zhang Yimou, as próximas cerimônias de abertura já estão no chinelo.

E se você não sabe quem é o cara, vai assistir O clã das adagas voadoras e Herói. No mínimo!

Read Full Post »

Como no Brasil, em Portugal as novelas fazem muito sucesso. A SIC, um dos principais canais, até transmite as novelas brasileiras (com uns dois meses de atraso) além de produzir suas próprias. Quando um país começa a produzir novelas para públicos específicos — assim como se fez aqui, eles filmaram versões de Chiquititas e Floribella, além de ter um troço chamado Morangos com açúcar, que é um Malhação lusitano –, aí você sabe que eles levam esse setor a sério.

Mas como levar a sério títulos como “Dei-te quase tudo”, “Fala-me de amor” e “Deixa-me amar”? Veja essa propaganda de uma novela da TVI, logo abaixo; como levar a sério essas atuações brilhantes? :D

É claro, as novelas brasileiras não são tão melhores. É engraçado prestar atenção nos diálogos que se criam, nas situações improváveis e em toda a forçação de barra. Novela é rotulada como drama, mas em todos os aspectos acaba se mostrando algo extremamente cômico — mesmo que isso não seja intencional.

OK, os portugueses adoram novela brasileira; mas se algum dia a Globo passasse uma novela portuguesa, ia acontecer exatamente isso que os Gato Fedorento, grupo de comediantes nonsense portugueses, mostram nessa paródia. Oi?

Read Full Post »

Os portugueses chamam o Arquivo X de Ficheiros Secretos (ou melhor, F’chéirus S’crétush). A coisa mais divertida era sentar com os meus amigos em Lisboa para ver Ficheiros Secretos à noite e rir das às vezes inusitadas legendas em português europeu.

Era sempre engraçado ver alguém dizendo “Olá, malta” ao invés de “Hey guys”. E as formas de tratamento, que costumavam me causar grande confusão no início: Ms. Scully virava “a menina Scully”. (Pois é, em Portugal eu era “a menina Angela”…)

Mas o prêmio de melhor tradução literal vai para o episódio em que um personagem diz algo do tipo “He’s in a far away place now… a thousand miles from here…”, e o tradutor me inventa a seguinte legenda:

“Ele está longe, a 1600 quilómetros daqui…”

Read Full Post »